Conheça o Dharma

Sobretudo, nós acreditamos.

Sobretudo, nós acreditamos. Que toda e qualquer pessoa é agente transformador do seu entorno, consciente ou não deste fato. Que há que se fazer disponível para o constante aprendizado e busca da verdade existencial individual, para que possamos evoluir coletivamente de forma harmônica, responsável e ética.

Que viabilizando, o acesso a condições dignas de existência às pessoas, contribuímos com nossa própria existência, com a dos nossos semelhantes e das gerações por vir. Pois somos todos “UM” com o universo, indissociavelmente unidos pela mesma energia que tudo permeia, seja matéria, pensamento ou ação.

Que promover a independência e autossustentabilidade de comunidades desfavorecidas é a única forma de garantir a abundância e prosperidade dos seres humanos, gerando recursos materiais e imateriais, essenciais ao seu desenvolvimento e à sua subsistência em longo prazo.

Que reconectar o homem à natureza, ao meio, é a maneira mais eficaz de garantir o cuidado com o planeta, seus sistemas frágeis e seus recursos finitos, ao mesmo tempo em que contribui com a saúde física e mental dos indivíduos.

Que o acesso à educação é um direito de todos e força motriz essencial para a construção de uma sociedade igualitária e mais justa.

Que o contato com diferentes culturas contribui para uma visão mais plural de mundo, inclusiva com relação às diferenças de classe social, idade, gênero, credo ou etnia. Que a gentileza e o bem comum devem estar à frente de cada intenção, de cada ação.

Sobretudo, nós acreditamos que podemos ser, de fato, a mudança que queremos ver no mundo.

Missão

Nossa missão é levar saúde e bem estar para comunidades do Brasil e do mundo por meio de expedições que oferecem assistência médica, sustentabilidade e educação.

Nossa História

Logo após o terremoto que destruiu grande parte do Nepal e da Índia, em abril de 2015, os amigos Karina Oliani e Andrei Polessi se uniram em torno de uma ideia simples: publicar um livro de fotos (com imagens que tinham feito naquela região entre 2007 e 2013), e reverter 100% da renda para a construção de uma escola para as crianças vítimas da tragédia, no Vale de Patle, no Nepal.

Essa iniciativa que era para ser pontual, teve muito mais sucesso do que o esperado, atraindo atenção da opinião pública e de patrocinadores.

O projeto naturalmente se transformou no Instituto Dharma.