CHAPADA DIAMANTINA | BAHIA 25|AGOSTO a 5|SETEMRBO

Descrição do local de atendimento

O parque nacional da Chapada Diamantina tem uma área em torno de 150 mil hectares e foi criado em 1985. Um dos destinos turísticos imperdíveis da Bahia e um dos melhores do ecoturismo brasileiro e os motivos para tal são diversos. O parque (que abrange a Serra do Sincorá, Lençóis, Palmeiras, Andaraí e Mucugê) conta com diversas cachoeiras, trilhas, montanhas, natureza exuberante, cavernas e outros muitos atrativos. A rica biodiversidade e os diferentes ecossistemas possibilitam uma conexão mágica com a natureza. Os povoados do entorno, que habitam principalmente regiões mais áridas, onde predomina a caatinga, serão o foco de atendimento desta expedição (Tanquinho, Afranio Peixoto, São Jose, Comunidade Quilombola do Remanso, Ibicoara).

Nossos atendimentos

Escolhemos patologias específicas em várias áreas de especialidades médicas para atender um número pré-estimado de pacientes, nos povoados na Chapada, que não têm acesso aos procedimentos de atenção básica à saúde, entre elas as principais demandas: clínica médica, ginecologia, oftalmologia, pediatria e dentistas. Serão aproximadamente, 1.000 pessoas a serem atendidas nesta expedição.

Quem pode participar? Vagas também para não-médicos

A expedição é aberta a médicos*, pessoas em geral – que mesmo sem qualificação médica queiram trabalhar como voluntários na organização, triagem e serviços gerais: professores, advogados, arquitetos, engenheiros etc. O mais importante: é querer trabalhar, somar e fazer a diferença.
**Médicos formados no Brasil ou no Exterior, desde que possuam CRM válido, em acordo com a legislação brasileira.

Nossas vagas

Área da saúde

  • 3 Clínico Geral (qualquer especialidade fora as descritas abaixo pode se inscrever, desde que tenha conhecimento e queira atuar na Clínica Médica) (VAGAS ESGOTADAS)

  • 1 Ginecologia (VAGAS ESGOTADAS)

  • 1 Citopatologista (VAGAS ESGOTADAS)

  • 1 Radiologista (USG) (VAGAS ESGOTADAS)

  • 2 Pediatras

  • 2 Odontologia

  • 1 Oftalmologista (VAGAS ESGOTADAS)

  • 1 Profissional especializado em saúde mental (Psiquiatra ou Psicólogo) (VAGAS ESGOTADAS)

  • 1 Fisioterapeuta (VAGAS ESGOTADAS)

Outras profissões

  • 1 Cinegrafista (VAGAS ESGOTADAS)
  • 2 Apoio logístico (acadêmicos de medicina ou quaisquer profissionais fora da área de saúde) (VAGAS ESGOTADAS)

Quanto Custa?

R$ 4.850,00 /PESSOA O valor pago por cada voluntário é uma doação que possibilita o Instituto Dharma realizar a expedição. Pagamento parcelado em 5x, sendo que a última parcela deverá ser paga até 05 dias antes do embarque.

INCLUSO**: alimentação, transporte, hospedagem, acompanhamento de guias nas trilhas, ingressos, passeios do Day Off.

NÃO INCLUSO: passagens aéreas, seguros***, gastos pessoais, visto, vacinas e teste RT-PCR para COVID-19.

Vagas limitadas: máximo de 16 voluntários;

** Disposições gerais no termo de adesão a ser assinado;
*** A Contratação de seguro de viagem é OBRIGATÓRIO para todos(as) os voluntários(as)

Cronograma – 03 a 13 de Junho

Dia 03/06
Encontro no aeroporto de Salvador – BA as 10:00 da manhã, na área de desembarque. Transporte rodoviario até a cidade de Lençois.

Dia 04/06
Day Off para integração da equipe. Trilha para Cachoeira do Sossego, Ribeirão de Cima e Ribeirão do Meio

Dia 05/06
Atendimentos Povoado Tanquinho

Dia 06/05
Atendimento Povoado Tanquinho e encerramento das atividades ao meio dia.
Passeio na Cachoeira do Mosquito

Dia 07/06
Atendimento Povoado Estiva

Dia 08/05
Organização logística para viagem até Ibicoara e visita a cachoeira Poço do Diabo e Morro do Pai Inácio

Dia 09/06
Descida para Ibiocoara, passando no povoado São José para atendimentos. Jantar na cidade de Mucugê.

Dia 10/06
Atendimentos em Ibicoara (CEFOPE)

Dia 11/06
Atendimentos em Ibicoara (CEFOPE)

Dia 12/06
Day Off – Trilha da Cachoeira do Buracão e Retorno a Lençóis

Dia 13/06
Fim da Expedição – Retorno para Salvador as 08h da manhã

*O itinerário disponível aqui está sujeito a mudanças devido à pandemia, às condições climáticas ou mudanças políticas/administrativas do local em questão, e/ou das companhias aéreas, também em ajuste à logística dos atendimentos para melhor atender as comunidades locais;

Fatos – Considere antes de se candidatar:

Esta expedição é realizada numa área remota, de difícil acesso. A viagem até os locais de atendimento inclui um transporte difícil, em estrada de terra, num percurso longo – uma viagem que pode ser muito desgastante. O ambiente também é desafiador, a começar pelo clima quente, além de muito sol e aridez (Sertão da Bahia!). As acomodações são muito simples, a água potável é um recurso limitado, e o sinal de internet é precário e por muitas vezes INEXISTENTE. Esteja preparado para abrir mão de conforto, comer uma comida bem diferente da sua e encarar situações onde a resiliência e o improviso serão necessários. E aí, aceita o desafio?

COVID-19 – Médicos e outros profissionais da área de saúde, já vacinados, deverão apresentar sua carteira de vacinação atualizada obrigatoriamente. TODOS os outros(as) voluntários(as) – sem exceção – que ainda não foram vacinados deverão apresentar resultado de teste RT-PCR realizado até 3 dias antes do embarque.

Equipe da Expedição

Laís Betty,
É Bióloga graduada e pós-graduada em Citogenética pelo Instituto de Biociências da USP – SP, foi coordenadora do curso de Biologia e de Latu-Senso em Ecologia na FMI-Mogi Guaçu-SP. Atualmente é Diretora Administrativa e Financeira de uma empresa multinacional e também Diretora Financeira do Instituto Dharma. Viajante experiente, com paixão especial por montanhas e locais remotos, já participou de ações do Dharma no Nepal, Índia, Fiji e no Amazonas.

Liz Franzotti
Médica, graduada no Centro Universitário Serra dos Órgãos – UNIFESO. Especialista em Dermatologia, e a paixão pela Medicina Voluntaria é o que faz o coração bater mais forte. Kitesurfista, já voluntariou no Downwind Solidario do instituto Dharma, além de atender os moradores de rua em São Paulo pela ONG Médicos do Mundo.

QUERO SER VOLUNTÁRIO